Casa de pobre = pobre da casa!

casa de pobre

Às vezes tenho vontade de fugir de casa, mas já não tenho idade para isso – se fugir agora vão achar que me casei!

É complicado morar com a família, principalmente se você é uma pessoa legal como eu. Não consigo ouvir uma música inteira sem interrupções quando estou em casa – é um tal de “lava a louça por favor”, “passa pano no chão”, “a louça que você lavou secou, vai lá guardar ela”, etc.

Pensando bem, acho que não sou legal, sou serviçal.

E no final sempre tem o “Deus te pague”. Não é por nada não, mas eu quero que outro alguém me pague. Se Deus for me pagar alguma coisa, eu vou é levar uma surra! Nunca estamos quites com Deus a ponto de recebermos um pagamento ou alguma recompensa.

Falando em serviço de casa, acabei de inventar um ditado: “em casa de pobre, tudo se descaracteriza”. É bobo mas é verdade, pois em casa de pobre a toalha não é bem uma toalha, o esfregão também não…

Lá em casa, por exemplo, nós passamos toalha de banho no chão; lavamos a louça com pano de prato esburacado; quando a toalha de rosto está muito usada pra ‘passar a cara’, vira tapete pra ‘passar o pé’; esmalte branco nós chamamos de Errorex; copo é potinho de requeijão e olha lá quando tem requeijão em casa; prato é tampa boa de pote quebrado; cabo de vassoura só ‘tá bão’ quando já foi cabo de enxada e cabo de guerra; sabonete sozinho não pode, tem que ser no mínimo três emendados; blusinha bata é vestido de quando eu era criança; sapato de bebê é bibelô; bibelô é brinquedo; colcha é cobertor; cobertor é colcha.

Além disso, toda a comida se aproveita. Com as sobras do café da manhã e do almoço faz-se a sobremesa: pudim de pão, rabanada e arroz doce, o almoço do dia seguinte: farofa crocante com casca de batata, galinhada e bolinho de carne e a janta também: virado de feijão, carijó e bolinho de arroz.

** nem tudo aqui é verdade/acontece comigo, o blog é para humor, não pra contar histórias 😉

Anúncios

17 comentários sobre “Casa de pobre = pobre da casa!

  1. Você não tem idade para fugir, então tem que sair debaixo da asa de painho e mainha e conseguir um barraco para pagar sua própria conta de energia. Com isso, vai aliviar a situação periclitante dos coitados. 😉

    Curtido por 1 pessoa

    • Ainda bem que esse texto é fictício kkkkk Mas de fato, há situações em que os filhos mais atrapalham que ajudam… meu caso é diferente, com estudos e trabalho, mal paro em casa :/ De qualquer forma, não pago a conta de energia, porém, há tempos não dou gastos a ponto de causar uma situação periclitante, minha faculdade é bem cara e eles não tem que pagar, nem sequer roupa, calçado, nem comida direito, como tão pouquiin kkk, etc… só esperando a facul acabar pra parar de incomodar a family rsrs

      Curtido por 1 pessoa

  2. Bruna, passei aqui pra conhecer seu blog e dou de cara com esse texto hilário mas recheado de verdades. Saí das asas da família esse ano. Uffa!! Exageros à parte, tudo o que narrou tem seu fundo de verdade. Família é bom só em fotografias(risos). Mas com tudo, eu os amo! Só que agora, um pouco longe. Parabéns pelo texto, pelo humor e quer saber? Vou virar freguesa. Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

    • My favorite shows are Biggest Loser, American Idol, He&1#l82l7;s Kitchen, Kitchen Nightmares, House Hunters and Grey’s Anatomy. Hubby has also gotten me interested in some of his favorites which are NCIS, Bones, and some of the CSI’s. Although if I have other things to do while they are on… I’m not heartbroken if I miss parts like I would be with my favorite show.

      Curtir

Diga o que pensa, me faça sorrir também! ;D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s