Sem jeito :/

Sem jeito

Todas as pessoas normais já passaram ou passarão por uma situação constrangedora na vida. Todas, inclusive eu.

A coisa era drástica. Chegou a dar sede. Agarrei com toda a delicadeza possível para o momento o copo descartável de água que estava sobre a mesa. Infortunadamente, não percebi que não havia água alguma, estava totalmente vazio. Entretanto, o ato já se havia consumado, estava numa etapa em que não se podia mais voltar atrás ou seria considerada “perturbada” – desse tipo de gente ansiosa, que começa a fazer algo desnecessário por impulso, depois desiste e fica com cara de abestado. Assim, para não parecer mais perturbada do que já estava, fingi que tinha alguma coisa ali. Não foi uma boa ideia.

Comecei metendo a boca no copo e erguendo a cabeça “com vontade” para que sumisse logo o que tinha que ter no bendito copo. Depois, dei umas lambidas na beirada do recipiente – a intenção era simular que estava bebendo o resto, contudo, pareceu mais que eu estava tentando seduzir alguém. Isso eu consegui, mas não vem ao caso. Finalmente, fui sugando o copo, como se tivesse uma gotinha que eu não queria deixar para trás. Suguei demais.

O copo veio com tudo, se deformou todo e grudou entre o lábio superior e o nariz. Que cena linda, não tinha como ser mais elegante. O duro foi desentalar o miserável, fez um barulho insuportável. Tão insuportável que todos saíram da sala.

Na verdade saíram porque iam sair mesmo, mas eu, no estado em que me encontrava (beirando algum tipo de transtorno psiquiátrico agudo), entendi que se retiraram por causa de minha inconveniência.

O nariz começou a escorrer. Desesperada, catei o primeiro pedaço de papel que vi na minha frente. Era um post-it amarelinho. A cola do miserável me lambuzou toda. Ficou pior, pareceria sujeira. Num ato de desespero, comecei a me limpar com as mãos mesmo (como uma criança gripada, com pressa, antes que a mãe chegue correndo com um lenço).

Nesse exato momento, todo mundo volta e me pegam em flagrante limpando o nariz. Não podia ficar pior. A não ser que eu caísse de costas da cadeira. Não caí.

Meu chefe caiu. A situação era delicada, estavam tratando de um assunto sério. Ninguém podia rir. Ele se recompôs rapidamente e não aceitou consolo algum, retomando a conversa séria – ao que todos se adequaram imediatamente.

Menos eu. Sou o tipo de pessoa que demora esquecer as coisas. Sentia uma imensa e incontrolável vontade de rir. Ainda repetia mentalmente a cena do chefe caindo da enorme cadeira almofadada, se espatifando no chão, os olhos esbugalhados, o jeito que as pernas dele ficaram com a calça social toda bagunçada no chão e ele ajeitando o cinto depois de se levantar. Tentava desesperadamente segurar a risada, mas de vez em quando escapavam alguns barulhos típicos de gargalhada. Todos me olhavam com estranheza, eu só olhava para baixo. Nessa altura do campeonato, não haveria como pedir desculpas. Eu era culpada. Seria condenada. No mínimo uma demissão ou um sermão ao final.

Finalmente, em razão do esforço insano para segurar o riso, comecei a chorar. Foi um ato involuntário, não pude evitar. Chorava copiosamente. A reunião foi interrompida.

Foi aí que tive uma luz, a primeira desde que a fatídica situação se iniciara. Peguei o celular rapidamente e, fingindo estar ao telefone, disse “não pode ser! Meu vovozinho querido, como isso foi acontecer a ele?!”.

VOVONo mesmo instante, todos os que outrora estavam me achando esquisita, montaram um semblante de compreensão e dó. Simulei um adeus para mamãe e desliguei o celular. Disse que estava muito mal com o trágico ataque cardíaco de meu avô e que precisaria ir para o hospital.

O chefe autorizou minha saída. Ao fechar a porta da sala, senti como se estivesse sido resgatada de um assalto a banco com reféns.

Liguei para pedir carona para meu avô. Ele veio rapidamente, pois estava pelas redondezas passeando com vovó no shopping.

avó engraçada

Anúncios

2 comentários sobre “Sem jeito :/

Diga o que pensa, me faça sorrir também! ;D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s